quarta-feira, 12 de junho de 2019


Sarau de Poesia


Um grupo alargado de participantes deu voz a um Sarau Poético que decorreu no átrio do bloco C da Escola Secundária.
Promovido pela Biblioteca Escolar, o Sarau registou o envolvimento de alunos de vários níveis de ensino – desde a Educação Pré-escolar ao 3.º Ciclo do Ensino Básico – e ainda de professores e de encarregados de educação, que partilharam sentimentos e emoções, por intermédio da Poesia.
Em sintonia, todos deram voz à Palavra feita ritmo, reflexão, magia, e disseram / sentiram a riqueza e a beleza da Arte, tanto mais que o ambiente era o ideal, pois o espaço acolhia como cenário de fundo uma exposição de trabalhos desenvolvidos pelos alunos dos 7.º, 8.º e 9.º anos, no âmbito da disciplina de Educação Visual.
Como referiu o Diretor do Agrupamento, professor Carlos Louro, ficou evidente, mais uma vez, a força que pode resultar da conjugação de esforços e da sintonia de objetivos entre a Escola e a Família, na promoção de competências que devem habilitar o cidadão do século XXI.   
A Organização

quarta-feira, 5 de junho de 2019


Ministro apadrinha livro de estudantes Barquenses
para ajudar crianças em Moçambique

Foi num ambiente de festa e de celebração da cidadania que decorreu a apresentação do livro “Opiniões de Segunda”, um projeto da autoria da Associação de Estudantes da Escola Secundária de Ponte da Barca, que contou com a presença do Ministro da Educação, que também prefacia a obra.
Tiago Brandão Rodrigues não escondeu a sua satisfação perante o que viu e ouviu, referindo que já ganhara o dia ao contactar com uma comunidade onde se formam cidadãos livres, responsáveis, com visão de futuro.
Na sequência da intervenção de Sara Arezes, Presidente da Associação de Estudantes, o Ministro da Educação elogiou a sua transparência e capacidade de falar sem filtro, desinstalando e desacomodando com arrojo e criatividade.
O governante aplaudiu ainda a forma como os estudantes dão vida à dinâmica associativa, com liderança e ação, num exercício de cidadania que envolve todos os parceiros educativos.
Considerando o livro “Opiniões de Segunda” uma obra de primeira, pelo que representa e afirma e por todas as dimensões que trabalha, Tiago Brandão Rodrigues deu particular realce à cidadania, indo ao encontro do que já escrevera no prefácio: «As vossas – as nossas – segundas-feiras são, pois, testemunhos vivos das vidas que se concretizam todos os dias, que têm memória, mas sobretudo desejam ter futuro. Lendo-vos, semana após semana, lembrámo-nos do que jamais podemos ou devemos esquecer: que não nascemos cidadãos, fazemo-nos cidadãos».
Daí que o Ministro tenha concluído, considerando a visita muito marcante, pois – afirmou – sente-se que algo de bom acontece nesta Escola, com uma comunidade pedagógica madura, segura.


Lotação esgotada para apoiar causa solidária
O livro reúne 30 crónicas sobre os mais variados temas que, semanalmente, a Associação de Estudantes foi divulgando nas redes sociais, da autoria de um colega, dos 7.º ao 12.º anos.
Face à excelente recetividade, a Associação resolveu publicar os textos, garantindo o patrocínio de um empresário barquense, e oferecer à Helpo as verbas angariadas com a distribuição do livro, para ajudar os estudos de crianças em Moçambique.
O carinho com que a comunidade está a acolher este exercício de pluralismo democrático e de cidadania manifestou-se ainda na sessão de apresentação, ao lotar o espaço onde decorreu.
Presentes estiveram os Presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Vereadores, membros de vários órgãos autárquicos locais e representantes de instituições barquenses, nomeadamente, Santa Casa da Misericórdia, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários, Universidade Sénior Diogo Bernardes, Rotary Clube, Associação Social e Cultural dos Amigos de Ponte da Barca e Adega Cooperativa.
Marcaram ainda presença Diretores de várias Escolas e Agrupamentos, o empresário que patrocinou a edição, representante da Helpo, os autores das crónicas, alunos, familiares, professores e pessoas da Comunidade Barquense que também se quiseram associar ao momento festivo.
Outra presença muito significativa foi a da representação da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Noroeste, pois esta instituição acabara de atribuir um donativo na abertura da conta que a Associação de Estudantes vai efetuar, em nome do projeto solidário "Opiniões de Segunda".
Aplauso à cidadania
Na sessão usaram ainda da palavra Augusto Marinho, Presidente da Câmara Municipal, Carlos Louro, Diretor do Agrupamento, e Carlos Videira, antigo Presidente da Associação Académica da Universidade do Minho e, atualmente, Assessor do Administrador e Diretor do Departamento de Desporto e Cultura dos Serviços de Ação Social da UM, que foi o convidado para apresentar o livro.
Comum a todas as intervenções foi o aplauso da iniciativa dos estudantes e o elogio do seu ato de cidadania, trabalhando a criatividade e a capacidade empreendedora e de construção de parcerias, o pluralismo democrático, a autonomia e o espírito reflexivo, a expressão escrita, e o compromisso social e solidário, em nome de uma sociedade cada vez mais justa e mais humanista.
Por sua vez, Sara Arezes, Presidente da Associação de Estudantes, agradeceu o carinho e o apoio de todos os parceiros e do público em geral e, num improviso que foi aplaudido de pé, comentou o tom irónico e provocatório do título “Opiniões de Segunda”. É que a malta mais nova também sabe pensar e realizar. Não só à segunda, mas em todos os dias da Vida, referiu.
Sara Arezes fez ainda um veemente apelo ao envolvimento e compromisso solidário, abdicando de tantas coisas fúteis a que a sociedade de consumo nos convida em nome de um bem maior e de um simples donativo que pode marcar a diferença na vida de uma criança.
A sessão contou ainda com momentos musicais, interpretados pelos professores Carla Lopes e Pedro Carlos e pelo coro dos alunos do ensino da música em regime livre, sob a orientação da maestrina Sandrina Oliveira, um projeto que resulta do protocolo assinado entre o Agrupamento de Escolas e a Academia de Música de Vila Verde, com o apoio da Câmara Municipal de Ponte da Barca.
A Organização

quinta-feira, 30 de maio de 2019


Alunos viajam em Contramão
Alunos dos 9.º e 12.º anos da Escola Secundária viajaram, hoje, "Em Contramão", até à Índia de Vasco da Gama, à Índia cantada por Camões em “Os Lusíadas”, até à Índia dos nossos dias...
Conduzidos por Leonor Soares Matos, os alunos viveram intensamente o relato entusiasmante da jovem convidada que, durante quatro meses, teve uma experiência inesquecível pelo sudoeste asiático.
Num registo muito informal, partilhou com os alunos os milhares de quilómetros percorridos por terras do Oriente, o encontro de culturas, as gentes e os espaços que fazem parte da História dos Descobrimentos e da presença portuguesa nesta Índia longínqua.
Subordinada ao título “Viagem à Índia: passado e presente”, a conversa teve como referência a epopeia “Os Lusíadas”, de Luís de Camões, obra que é estudada no 9.º ano de escolaridade, e serviu também para desfazer algumas ideias erradas que ainda subsistem, em relação à Índia da atualidade, um país emergente com um potencial enorme.
Foi também um momento magnífico de cidadania global, em que se sentiu, na primeira pessoa, a importância de viajar e de alargar horizontes, numa época em que o mundo se tornou uma “aldeia global”.
O diálogo estabelecido entre os alunos e Leonor Soares Matos viajou ainda, por exemplo, até questões relacionadas com o mercado de trabalho, o trabalho infantil, o turismo, a situação política na Índia e em Myanmar ou Birmânia.
Professora Rosa Maria Arezes

quarta-feira, 29 de maio de 2019

No próximo dia 30 de maio, às 10.20 horas, Leonor Soares Matos e Manuel Marques Bastos partilham com os alunos do 9.º ano a sua experiência resultante de uma viagem inesquecível ao sudoeste asiático.
Subordinada ao título “Viagem à Índia: passado e presente”, a conversa tem como referência a epopeia “Os Lusíadas”, de Luís de Camões, obra que é estudada no 9.º ano de escolaridade.
Biblioteca Escolar

terça-feira, 21 de maio de 2019


Entrega dos prémios 
do Concurso de Leitura
No âmbito da programação da Feira do Livro do Município, realizou-se a sessão de entrega dos prémios aos alunos que conseguiram melhor desempenho no Concurso de Leitura do Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca.
A sessão – que constituiu mais uma festa do livro e da leitura – contou com a presença dos galardoados e de vários familiares e ainda do Diretor do Agrupamento, do Presidente, do Vice-presidente e também da Vereadora da Educação da Câmara Municipal, entidade que patrocinou os prémios.
Comum a todas as intervenções foi o elogio da colaboração existente entre a Autarquia e o Agrupamento e o realce da importância da leitura e da qualidade do trabalho que está a ser desenvolvido nesta área, mobilizando, de uma forma articulada, professores, bibliotecas escolares e municipal e ainda as famílias.
Neste contexto, foi ainda aplaudido o excelente desempenho que o Agrupamento conseguiu, em Viana do Castelo, na fase intermunicipal CIM Alto Minho da 13.ª edição do Concurso Nacional de Leitura, prestigiando o concelho de Ponte da Barca e o trabalho que aqui se leva a cabo, dia a dia.
Eis os galardoados nesta atividade, promovida pelos Departamentos da Educação Pré-escolar, 1.º Ciclo e Línguas, em articulação com a Biblioteca Escolar e com o patrocínio da Câmara Municipal:
Educação Pré-escolar
1.º lugar ex aequo: Turmas A e D da Escola Básica Diogo Bernardes.
2.º lugar: Turma A da Escola Básica de Crasto.
3.º lugar: Turma A da Escola Básica de Entre Ambos-os-Rios.
1.º Ciclo do Ensino Básico
1.º lugar: Carolina Pinheiro Cerqueira – 4.º A;
2.º lugar: Paula Esteves Rodrigues da Silva – 4.º A;
3.º lugar ex aequo: Leonor Imperadeiro Lemos – 4.º B e Inês Gonçalves Araújo – 4.º A.
Menção Honrosa: Maria Inês da Silva Taveira – 4.º C;
João Miguel Amorim Rego – 3.º B; .
Joana Cerqueira de Sousa – 4.º A;
Ana Margarida Amorim Armada – 4.º A.
2.º Ciclo do Ensino Básico
1.º lugar: Pedro Miguel Fernandes Ribeiro – 6.º A;
2.º lugar: Carlota Martins – 6.º A;
3.º lugar ex aequo: Bárbara Pereira Fernandes – 5.º A e Sara Cristina Sousa Amorim – 5.º A.
3.º Ciclo do Ensino Básico
1.º lugar: Rita Lima Ribeiro  9.º E;
2.º lugar: Mariana de Araújo Carvalhosa – 7.º E;
3.º lugar: Maria João de Alpoim Garcia Cerqueira – 9.º E.

Ensino Secundário

1.º lugar: Sara Raquel Araújo Arezes - 12.º A;
2.º lugar: Duarte Gonçalves Gomes - 12.º A;
3.º lugar: Inês Barbosa Costa, 12.º B.
Parabéns a todos os premiados e a todos quantos participaram no Concurso de Leitura, porque, de facto, participar já é uma vitória…

 Biblioteca Escolar

quinta-feira, 16 de maio de 2019


Fundo documental da Biblioteca 
enriquecido com doações
 O fundo documental da Biblioteca da Escola Secundária acaba de ser significativamente enriquecido, por iniciativa de uma docente do Agrupamento e também de um encarregado de educação.
A professora Helena Sena ofereceu, mais uma vez, um conjunto alargado de títulos, desta feita maioritariamente voltados para as áreas temáticas da Literatura e da História.
Por sua vez, o encarregado de educação Abílio Silva disponibilizou mais um lote de 36 exemplares da revista “National Geographic”, correspondentes aos anos de 2016-2018.
Muito obrigado pela vossa sensibilidade e pela forma como abraçam, em sintonia, o desígnio da formação das crianças, adolescentes e jovens do Concelho de Ponte da Barca.
Biblioteca Escolar

terça-feira, 30 de abril de 2019


Agrupamento de Escolas com participação de alto nível
na Distrital do Concurso Nacional de Leitura

Primeiro plano, da esquerda para a direita: Carolina Cerqueira,
Paula Silva, Rita Ribeiro e Mariana Carvalhosa.
Segundo plano, da esquerda para a direita: Duarte Gomes,
Pedro Ribeiro e Carlota Martins.
O Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca teve uma participação de alto nível na fase Intermunicipal – CIM Alto Minho da 13.ª edição do Concurso Nacional de Leitura.
A prova – que envolveu alunos dos 10 concelhos do Alto Minho – realizou-se em Viana do Castelo, esta segunda-feira, e Ponte da Barca fez-se representar nos quatro escalões a concurso: Carolina Cerqueira e Paula Silva (1.º ciclo), Carlota Martins e Pedro Ribeiro (2.º ciclo), Mariana Carvalhosa e Rita Ribeiro (3.º ciclo), e Duarte Gomes (Secundário).
O desempenho da comitiva barquense esteve ao mais alto nível, tendo conseguido chegar à final – que apurava os cinco melhores – em três dos quatro escalões, através de Paula Silva, Rita Ribeiro e Duarte Gomes.
Rita Ribeiro, na prova de leitura (fase final) e a receber o prémio.
No 3.º ciclo, Rita Ribeiro acabaria mesmo por vencer, cabendo-lhe agora a responsabilidade e a honra de representar a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho na final nacional, que se realiza a 25 de maio, em Braga.
Paula Silva, na prova de leitura (fase final).
Duarte Gomes, na prova de leitura (fase final).
Esta foi mais uma experiência muito enriquecedora, com a delegação de Ponte da Barca a prestigiar o Concelho e a qualidade do trabalho que se desenvolve no Agrupamento, afirmando uma tendência consistente de elevada qualidade que se manifesta desde há vários anos.
Parabéns, portanto, aos alunos, aos professores e à aposta do Agrupamento na promoção das literacias, nomeadamente a literacia da leitura, e ainda às famílias, que constituem um pilar fundamental neste desígnio estratégico.
Prof. Luís Arezes