quinta-feira, 16 de maio de 2019


Fundo documental da Biblioteca 
enriquecido com doações
 O fundo documental da Biblioteca da Escola Secundária acaba de ser significativamente enriquecido, por iniciativa de uma docente do Agrupamento e também de um encarregado de educação.
A professora Helena Sena ofereceu, mais uma vez, um conjunto alargado de títulos, desta feita maioritariamente voltados para as áreas temáticas da Literatura e da História.
Por sua vez, o encarregado de educação Abílio Silva disponibilizou mais um lote de 36 exemplares da revista “National Geographic”, correspondentes aos anos de 2016-2018.
Muito obrigado pela vossa sensibilidade e pela forma como abraçam, em sintonia, o desígnio da formação das crianças, adolescentes e jovens do Concelho de Ponte da Barca.
Biblioteca Escolar

terça-feira, 30 de abril de 2019


Agrupamento de Escolas com participação de alto nível
na Distrital do Concurso Nacional de Leitura

Primeiro plano, da esquerda para a direita: Carolina Cerqueira,
Paula Silva, Rita Ribeiro e Mariana Carvalhosa.
Segundo plano, da esquerda para a direita: Duarte Gomes,
Pedro Ribeiro e Carlota Martins.
O Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca teve uma participação de alto nível na fase Intermunicipal – CIM Alto Minho da 13.ª edição do Concurso Nacional de Leitura.
A prova – que envolveu alunos dos 10 concelhos do Alto Minho – realizou-se em Viana do Castelo, esta segunda-feira, e Ponte da Barca fez-se representar nos quatro escalões a concurso: Carolina Cerqueira e Paula Silva (1.º ciclo), Carlota Martins e Pedro Ribeiro (2.º ciclo), Mariana Carvalhosa e Rita Ribeiro (3.º ciclo), e Duarte Gomes (Secundário).
O desempenho da comitiva barquense esteve ao mais alto nível, tendo conseguido chegar à final – que apurava os cinco melhores – em três dos quatro escalões, através de Paula Silva, Rita Ribeiro e Duarte Gomes.
Rita Ribeiro, na prova de leitura (fase final) e a receber o prémio.
No 3.º ciclo, Rita Ribeiro acabaria mesmo por vencer, cabendo-lhe agora a responsabilidade e a honra de representar a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho na final nacional, que se realiza a 25 de maio, em Braga.
Paula Silva, na prova de leitura (fase final).
Duarte Gomes, na prova de leitura (fase final).
Esta foi mais uma experiência muito enriquecedora, com a delegação de Ponte da Barca a prestigiar o Concelho e a qualidade do trabalho que se desenvolve no Agrupamento, afirmando uma tendência consistente de elevada qualidade que se manifesta desde há vários anos.
Parabéns, portanto, aos alunos, aos professores e à aposta do Agrupamento na promoção das literacias, nomeadamente a literacia da leitura, e ainda às famílias, que constituem um pilar fundamental neste desígnio estratégico.
Prof. Luís Arezes

sexta-feira, 12 de abril de 2019


Semana da Leitura 
na Escola Básica de Crasto



"Os livros sabem de cor
Aquilo que a gente esquece,
E quando um deles termina
Nós queremos que recomece,
Apenas porque sabemos
Que o feitiço acontece
E que há uma parte de nós
Que, ao relê-lo, estremece."
José Jorge Letria




No âmbito da Semana da Leitura, entre 1 e 5 de abril de 2019,  a Escola Básica de Crasto dinamizou diversas atividades.
Na sessão de abertura da Semana da Leitura, recebemos a presença do senhor Diretor do Agrupamento, professor Carlos Louro. A semana decorreu com muitos convidados:   professores e e encarregados de educação que, com as suas histórias e leituras, nos transportaram ao mundo da magia e da imaginação.
Os alunos  elaboraram marcadores de páginas com mensagens alusivas à leitura e aos livros e fizeram também a leitura de contos pelas salas de aula do primeiro ciclo e do pré-escolar, apresentaram representações teatrais e teatro de fantoches.
Todos os alunos da Escola participaram nas atividades com muito interesse e empenho. Desta forma, fomentou-se o prazer da leitura e de ouvir histórias, assim como o desejo de ter mais atividades dinamizadas na Biblioteca da Escola.
Os docentes da Escola Básica de Crasto

sexta-feira, 5 de abril de 2019


Semana da Leitura 
mobiliza Agrupamento
Encenações de histórias, leitura expressiva de prosa e de poesia e interpretação de poemas musicados deram vida à Semana da Leitura que o Agrupamento de Escolas dinamizou nos últimos dias do segundo período letivo.
Na segunda-feira, pelas 10:20 horas, as turmas dos 7.º e 8.º anos leram um excerto de “A Terra de Ana”, de Jostein Gaarder, enquanto as turmas dos restantes anos da Escola Secundária leram um excerto de “Long Walk to Freedom”, de Nelson Mandela.
Na terça-feira, também às 10:20 horas, alunas do 3.º ciclo animaram o bloco B com poemas cantados / musicados. Houve ainda um momento de dança protagonizado por um grupo de alunas do Ensino Secundário.
Na quarta, às 10:20 horas, no bloco C, e às 12:00 horas, no bloco B, a leitura foi celebrada através da declamação de textos poéticos de autores portugueses por dois grupos de alunos – um do 9.º ano e outro do 12.º ano. Estes momentos contaram, ainda, com a animação do grupo de bombos do Agrupamento de Escolas.

A magia da leitura para os mais novos
Ao longo desta semana, também os mais novos sentiram, de uma forma especialmente intensa, a força e a magia da leitura, com a dinamização de várias atividades, na Biblioteca Escolar.
Na Escola Básica Diogo Bernardes, a turma A da Educação Pré-escolar (Educadora Arminda Dias), constituída pelos alunos mais velhos, encenou a história em verso "Carochinha e o João Ratão", da escritora Luísa Ducla Soares, para as restantes turmas da Educação Pré-escolar (EPE) e ainda para as turmas do 3º ano.
Por sua vez, a turma B (Educadora Alberta Centeno) apresentou às turmas da EPE e do 2º ano um teatro de fantoches intitulado "O Casamento da Quadradinha".
Alguns alunos do 4º C, depois de terem trabalhado com o professor Renato Ferreira a história "O Feitiço da Birra", fizeram a sua apresentação em PowerPoint a todos os alunos da EPE. 
A educadora Fabíola Marinho, da equipa da Biblioteca Escolar, deslocou-se ainda à Escola Básica de Crasto, para apresentar aos alunos da EPE e à turma do 1º ano a história "O Gato Comilão", uma adaptação de Patacrua a partir de um conto popular dinamarquês.
Com estas atividades, promovidas em articulação entre o Departamento da EPE, o Grupo de Português e a Biblioteca Escolar, procurou-se promover o livro e a leitura e proporcionar momentos de fruição artística da palavra lida e cantada.
A Organização

terça-feira, 26 de março de 2019

SOLIDARIEDADE COM MOÇAMBIQUE
A Associação de Estudantes está a promover uma campanha de angariação de roupa a enviar para as vítimas moçambicanas do ciclone Idai, que, na noite de 14 de março, atingiu, tragicamente, a cidade da Beira e toda a região centro do país.
A recolha acontece em articulação com uma ação levada a cabo pelos CTT, que garantem o transporte do material.
Ao Agrupamento compete a tarefa de apoiar e colaborar nesta ação, garantindo meios e contactos e mobilizando a comunidade escolar.
Apelamos, por isso, a todos os membros da comunidade escolar para que, num exercício de cidadania solidária, coloquem o seu contributo, até ao próximo dia 5 de abril, nos espaços sinalizados na Biblioteca Escolar e no Polivalente.
Recomendamos que as roupas oferecidas tenham em conta o clima tropical da região afetada, com temperaturas elevadas e muita humidade.
Grato pela atenção prestada,
Carlos Alberto Louro (Diretor do Agrupamento)


sexta-feira, 22 de março de 2019


Viva a Poesia!
Foi pequeno o auditório da Casa da Cultura de Ponte da Barca para acolher todos quantos se quiseram associar à celebração do Dia Mundial da Poesia (21 de março).
Numa iniciativa do Agrupamento de Escolas com o apoio da Câmara Municipal, o Sarau Poético mobilizou alunos da Educação Pré-escolar ao 12.º ano, pais, professores e outros membros da comunidade, que fizeram questão de dar voz à palavra feita música e poesia, celebrando a criatividade e a inspiração poética.
Foi mais uma Festa em que a leitura e a música se conjugaram harmoniosamente, dando aos participantes a oportunidade de partilhar as suas emoções e de provocar a reflexão.
O sarau aconteceu num ambiente intimista, que despertou o envolvimento e a participação do público.
Usando da palavra, tanto Carlos Louro, Diretor do Agrupamento, como Augusto Marinho, Presidente da Câmara Municipal, enalteceram o trabalho em parceria entre as duas entidades, felicitando os participantes na iniciativa, assim como os seus organizadores (Bibliotecas Escolar e Municipal).
A Organização


Escola Secundária vence distrital e representa
o Alto Minho no Parlamento dos Jovens

A Escola Secundária de Ponte da Barca continua a marcar presença no Parlamento dos Jovens e, mais uma vez, conseguiu um resultado altamente meritório na fase distrital da edição deste ano, subordinada ao tema das alterações climáticas.
A equipa participante no escalão do Ensino Secundário, constituída pela Sara Arezes, Guilherme Santos e José Santos, foi eleita para representar o Distrito de Viana do Castelo na fase nacional, que se realiza em maio, na Assembleia da República.
As cinco propostas da comitiva barquense, subordinadas ao tema "Combate às alterações climáticas", foram também as mais votadas, pelo que integram, na íntegra, o projeto final.
Reformulação do imposto sobre as emissões de gases com efeito de estufa, aumentando as taxas de uma forma progressiva em função das quantidades emitidas, e aplicação desta medida a todos os setores, nomeadamente ao da agropecuária, é uma das medidas apresentadas.
O desenvolvimento de sistemas de transportes assentes na partilha de veículos – eléctricos e manuais – com um passe associado e, simultaneamente, redução do escalão do IVA aplicado a estes produtos e criação de uma linha atrativa de financiamento para instalação de painéis fotovoltaicos nas habitações, garantindo produção de energia para autoconsumo, redução da dependência energética do país e aumento das receitas das famílias e do Estado, são outras duas propostas.
Finalmente, a equipa barquense defendeu a redução do consumo de carne bovina nos estabelecimentos públicos e ainda a utilização das receitas provenientes das coimas aplicadas às empresas que ultrapassem os limites de emissão de gases com efeito de estufa para gerar incentivos económicos a laboratórios de investigação na área da proteção do ambiente.
A sessão distrital, que teve lugar no auditório do Castelo de Santiago da Barra, em Viana do Castelo, contou também com Inês Costa a assumir funções de vice-presidente de mesa que orientou os trabalhos dos deputados.
Em relação ao 3.º Ciclo do Ensino Básico, a representação da Escola Secundária de Ponte da Barca esteve a cargo de Manuel Ribeiro, Maria Miguel Gusmão, Érica Duque e Guilherme Afonso. 
Debatendo o tema "Proteção dos Oceanos", conseguiram um honroso quinto lugar, passando a escola suplente para a fase nacional.
A proposta de recomendação que apresentaram defende três medidas: reduzir a utilização de plástico; colocar depósitos de recolha seletiva, nos centros comerciais, atribuindo vales de desconto; colocar redes nos sistemas de esgotos, com vista à crivagem de sólidos.
Esta foi mais uma experiência muito gratificante, que contribuiu para o aprofundamento do espírito crítico e do exercício da cidadania.
A Organização